quarta-feira, maio 10, 2006

Viagem à Nuvem da Noite...

Quando o Sol se vai e é chegada a Lua
Os meus sonhos não cabem na casa e eu saio...
A noite inventa a escuridão e eu cavalgo mistérios até de manhã.
Tic tac, tic tac oiço o relógio falar!
Mas roubo-lhe as palavras, as horas, os minutos e os segundos...

Roubo-lhe a alma como ele me rouba a minha!
Rouba-me o tempo, nunca me o devolve e não se pornuncia sobre o que virá.
Sonho na noite sozinha...
Tic tac, tic tac
Em todo este tempo é muito tarde para me salvar.
Mas quando precisares de outra mão
Eu esperarei por ti...
Como sempre faço!

1 comentário:

cidadão comum disse...

como prometi nas aulas cá estou. O blog tá giro, bons posts. Temos de meter um contador de visitas reais. Usas MSN? bjs